<i>AMT cobra adequação de vagas em bancos.</i>

Técnicos da Agência Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (AMT) e representantes de vários bancos instalados em Goiânia se reúnem hoje à tarde para discutir a padronização das vagas de estacionamento destinadas a pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e idosas.

Reportagem publicada  revelou que motoristas ignoram a legislação que reserva 2% e 5% das vagas de estacionamento para deficientes e idosos, respectivamente.

Mostrou, também, as falhas na demarcação dessas vagas e a falta de fiscalização que coíba a utilização irregular dos espaços reservados.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.