Dia Internacional das Mulheres e o Trânsito

Segundo o Infosiga SP, somente 20% das vítimas e 6% dos condutores envolvidos em acidentes fatais são do sexo feminino. Prudência e menor agressividade são algumas características que reduzem o risco de acidentes.

As mulheres se envolvem menos em acidentes fatais de trânsito, apenas um em cada cinco vítimas são mulheres. E a explicação está no comportamento mais prudente e na tendência de menor agressividade e competição nas ruas e estradas, Segundo Silvia Lisboa,coordenadora do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito “Certamente, a relação de homens e mulheres com os veículos é muito diferente. Enquanto 93,1% dos condutores vítimas de acidentes são do sexo masculino, entre as mulheres esse índice é de apenas 6,4%. 

Prudência e paciência 

"Fatores como agressividade e prática de infrações estão diretamente relacionados ao aumento de risco de acidentes de trânsito. “A agressividade tende a ser maior entre os homens e isso reflete em seu comportamento no trânsito”, analisa. 

Outra característica feminina é a menor propensão a assumir riscos. “Mulheres são mais cautelosas, o que não quer dizer que sejam menos audazes. Mas elas tendem a considerar sempre as situações de risco e antever possíveis problemas no trajeto”. 

Fonte: Jornal Dia a Dia/ SP

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.